Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

Instagramei Junho

Junho foi mês de Santos Populares, de marchas, sardinhas, manjericos, balões, bailaricos e de patuscadas com amigos.

#santospopularesrules

instagramei_junho_1.jpg

 Foi mês de celebrar o Amor. Todos os tipos de Amor. 

#lovewins

instagramei_junho_2.jpg

 De narcisismo q.b.

#armadaaopingarelho

instagramei_junho_3.jpg

 De captar pela minha lente os locais que agora me acompanham diariamente.

#saldanha

instagramei_junho_4.jpg

 De petiscos pouco saudáveis mas saborosos e de momentos de alimentação relativamente mais cuidada.

#senãomeponhoapaurebolo

instagramei_junho_5.jpg

 

Foi um mês bom, portanto.

 

Dislexia mental ou saudades da praia?

Manhã chuvosa a caminho do trabalho. Embora estejas fisicamente no primeiro transporte público que te levará ao escritório, o teu corpo mantém-se sonolento e a tua cabeça ainda está presa à almofada. Estás presa no trânsito e olhas para o exterior. Observas um placard publicitário e lês a seguinte mensagem: “ FOR UM MOJITO”. Pestanejas, esfregas os olhos e voltas a olhar para o anúncio. Afinal, o que realmente se encontra lá publicitado é “FORÚM MONTIJO”.

 

Será que és mentalmente disléxica ou os teus olhos e mente anseiam por praias de areia fina, água quente e translúcida, clima tropical, corpos bronzeados, copo na mão e aquela música impossível de não balançar a anca?

 

Depois de um verão primaveril, duas manhãs consecutivas de chuva são dose de leão e acaba com a paciência do maior santo.

Meu querido mês de Agosto

Começou Agosto. O mês tão aguardado por uma boa parte da população portuguesa para rumarem à terra ou à praia; o mês que as estradas se enchem dos emigrantes que voltam ao seu berço com a alma cheia de saudades; o mês dos bailaricos de verão, das cervejinhas, das patuscadas, do sol, de praia, de esplanadas, de ar puro.

 

Ide, mas com juizinho! Não se esqueçam que a pressa é inimiga da perfeição e que depressa e bem não há quem! Façam o favor de serem prudentes na estrada e não queiram começar as férias pela forma mais negra.

 

Eu, ao contrário da maioria, recuso (até ver) tirar férias neste mês. Prefiro ficar por cá e ter Lisboa com muito menos trânsito, menos filas, menos gente. Meu querido mês de Agosto!

 

Boas férias, minha gente!

Divirtam-se tanto como eu me divirto por cá!