Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

A Rapariga Que Roubava Livros

Na altura que me dediquei à leitura de A Rapariga Que Roubava Livros, já o filme enchia as salas de cinema do país mas, como sou uma pessoa que, apesar de adorar um bom filme, sou incapaz de não adormecer no escurinho do cinema, deixei a minha vontade de saciar a minha sede, apesar das boas críticas que ouvia e, assim, foi só no passado domingo que tive oportunidade de ver, na caixinha mágica, as personagens que me preencheram nos dias que passava as páginas do livro.

 

Graças ao vídeo-clube da NOS e com um custo de 4,99€, tive A Rapariga Que Roubava Livros ao meu dispôr durante 42 horas. Este foi um exemplo de um filme que não fugiu muito do livro ... O essencial estáva lá! Assisti-o na companhia do meu marido e, à medida que as cenas iam passando, eu via as letras, as palavras, as frases, os capítulos, o livro ... tudo delineado, a desfilar diante dos meus olhos. 

 

Deixo-vos o trailer e, para os mais curiosos, façam uma visita ao que escrevi sobre o livro, em Fevereiro. É só clicarem aqui.