Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

Sons alheios

Sabem aquelas pessoas que são tão queridas, mas tão queridas, que partilham tudo o que têm, inclusive as músicas que constam dos seus telemóveis, i-pdas, i-phones e afins, em sítios públicos?

 

Pois. É mesmo para estas pessoas que escrevo hoje.

 

Pessoas, por favor!

Ninguém está interessado em ouvir os batuques psicadélicos que vocês dizem ser música. É bastante inconveniente para a pessoa que está ao vosso lado e que teima em querer concentrar-se no calhamaço que tem para ler e que está parada na mesma linha há mais de meia-hora numa tentativa vã de conseguir construir mentalmente a frase que tem à sua frente, quase como se tivesse regressado aos bancos da escola e às primeiras aulas da sua vida. Mesmo que estivessem a ouvir a melhor música do mundo, os outros seres que partilham naquele momento o mesmo espaço que vós só querem uma coisa: silêncio. Há dias e momentos na vida que o silêncio é, de facto, o melhor som que pode existir à face da terra.

 

Diz que há um objecto no mercado que se chama auscultadores ou, para os mais poliglotas – phones, e que até alguns são bastante económicos. Que tal investirem na compra de uns, hum?!?

 

Abrejos,

 

Eu.