Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

A caminho de casa ...

Este texto é dedicado a todas as pessoas que, como eu, andam diariamente em transportes públicos para fazer a sua vida.

 

Situação Número 1

Se há coisa de mexe comigo são crianças malcriadas.

Ontem, a caminho de casa, entra uma família na estação de metro do Jardim Zoológico e, azar dos azares, sentam-se ao meu lado.

Vamos ao diálogo daquelas alminhas:

- Então, fulano de tal, qual o animal que gostasteS mais?

- EU JÁ DISSE QUE GOSTEI DE TODOS. NÃO VOU REPETIR OUTRA VEZ!!!!!

- Então diz-me qual o que gostasteS menos.

- DE NENHUM! CHATA!!!

 

E eu caladinha, a revirar os olhos (ainda bem que sou daquelas pessoas que andam de óculos escuros dentro do metro – os meus olhos são tão sinceros) e a tentar concentrar-me na minha leitura. Coisa completamente impossível, podemos dizer.

Depois das perguntas, o malcriadão do puto meteu-se a brincar com os seus carrinhos e pouco faltou para se sentar no meu colo e as alminhas dos adultos que o acompanhavam nada diziam.

Bem, só tenho uma coisa a dizer: pelo menos só se estraga uma casa!

 

Situação Número 2

Não é suposto a maioria dos lisboetas irem de férias em Agosto?

Como nunca tiro férias neste mês, adoro andar por Lisboa em Agosto. É tudo tão mais calmo, sem filas e com um número aceitável de pessoas nos transportes.

Pelos vistos, este ano é a excepção à regra. O metro anda a abarrotar de gente e, na maior parte das vezes, com o ar condicionado desligado.

E o cheiro a pó de talco numa tentativa frustrada de camuflar os odores corporais.

Água e sabão é o suficiente. Já ouviram falar?

 

Situação Número 3

Há um senhor que vende cautelas de lotaria à saída do metro do Campo Grande e é incrível o azar (ou sorte, sei lá) do homem.

Não é que sempre que passo por ele, o senhor só tem dois números para vender? O 13 e o 69.

Sinceramente, não sei qual o fascínio por estes 2 números.

Hoje, ao que parece, o senhor finalmente conseguiu vender o 13 e o 69, visto que, quando passei por lá, ele apregoava que era para amanhã, que havia dias de sorte e que era o 49 e o 71.

Progressos, digo eu.

 

Andar de transportes públicos é hilariante. Uma aventura e uma história nova para contar todos os dias.

Eu juro que não sou má pessoa. Posso até ter esta cara de poucos amigos, mas sou uma pessoa bastante querida e sociável. Mas há coisas que mexem comigo.

2 comentários

Comentar post