Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

O Anjo Branco, José Rodrigues dos Santos

Acabei de ler O Anjo Branco, o último romance de José Rodrigues dos Santos, e estou simplesmente encantada!


Recomendo a todos os que são fãs de José Rodrigues dos Santos e mesmo àqueles que não são apreciadores das anteriores obras do autor; recomendo aos curiosos pela temática do Ultramar; a novos e velhos; aos que viveram a história in loco e aos que aprenderam o que nos deixavam aprender.


 


 



 


 


Como o próprio autor diz nas suas notas finais, "Para todos os efeitos, e embora Wiriyamu tenha constituído o maior embaraço público de Portugal na guerra de África, esta obra não é exclusivamente sobre os trágicos acontecimentos nessa aldeia. É antes um romance sobre os Portugueses na África onde nasci, um registo ficcional de um pedaço da minha históriaque procurei abordar nas sua múltiplas contradições e evitando as colorações ideológicas que tendem a simplificar os factos e as suas causas. A história é feita de histórias e são elas que a tornam viva."


 


Sinopse: A vida de José Branco mudou no dia em que entrou naquela aldeia perdida no coração de África e se deparou com o terrível segredo. O médico tinha ido viver na década de 1960 para Moçambique, onde, confrontado com inúmeros problemas sanitários, teve uma ideia revolucionária: criar o Serviço Médico Aéreo.


No seu pequeno avião, José cruza diariamente um vasto território para levar ajuda aos recantos mais longínquos da província. O seu trabalho depressa atrai as atenções e o médico que chega do céu vestido de branco transforma-se numa lenda do mato.


Chamam-lhe o Anjo Branco.


Mas a guerra colonial rebenta e um dia, no decurso de mais uma missão sanitária, José cruza-se com aquele que se vai tornar o mais aterrador segredo de Portugal no Ultramar.


Inspirado em factos reais e desfilando uma galeria de personagens digna de uma grande produção, O Anjo Branco afirma-se como o mais pujante romance jamais publicado sobre a Guerra Colonial - e, acima de tudo, sobre os últimos anos da presença portuguesa em África.

2 comentários

Comentar post