Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

Dia Mundial do Livro Infantil

O dia, celebrado a 02 de Abril, passou-me completamente ao lado. Nem sabia que havia um dia dedicado à literatura infantil. A bem da verdade, o mundo das crianças era algo que me passava completamente ao lado, por ser algo que não fazia parte do meu mundo e dos meus interesses. Contudo, desde que soube que estou grávida, tento manter-me a par desse mundo completamente novo e muitas vezes assustador.

 

Dizia eu que celebrou-se o Dia Mundial do Livro Infantil no dia 02 de Abril e soube-o através de uma curta notícia publicada na revista Nova Gente. Segundo o artigo, incutir o gosto da leitura desde cedo é uma mais valia para o crescimento da criança e fará com ela veja a leitura de um livro não como um acto obrigatório, mas sim como algo a fazer com gosto e prazer.

 

Não podia estar mais de acordo.

 

Uma das primeiras ofertas que me recordo de ter recebido dos meus pais foi-me dada no dia em que festejei o meu 6.º aniversário. Dizem que quando fazemos o número de anos de vida equivalente ao dia do nosso nascimento é o aniversário do nosso ano feliz e, para não fugirem à regra, os meus pais deram-me uma das melhores ofertas que recebi ao longo desses quase 38 anos de vida: uma colecção de livros infantis que ainda hoje guardo com carinho (embora estejam na casa dos pais) e que um dia serão passados para o meu filho. Lembro-me de ler e reler aqueles livros, até saber qual o passo seguinte da estória, ainda sem virar a página. Aqueles livros fizeram com que eu me tornasse uma amante da leitura e ser uma consumidora diária desse vício tão bom.

 

Dentro de dois meses serei mãe e farei o mesmo que os meus pais um dia me fizeram. Farei com que o meu filho seja um leitor assíduo, que viaje nas páginas que irá ler, que imagine mundos novos através das personagens que irá conhecer. Saberá apreciar as estantes cá de casa e vai viver, sonhar e crescer.