Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

The Nameless Blog

Já foi “Som das Letras” e um narcisista “Blogue da Paula”. Foi um prolongamento da eterna ínsula, tendo sido denominado como “Ilha Paula”. Hoje, é um blogue sem nome para que seja aquilo que sempre foi: um blogue sobre tudo e nada.

A preparar o Natal #3

Quando soube que ia ser mãe fui categórica quando disse que não queria encher o miúdo de brinquedos. Sempre me fez confusão ver a quantidade de brinquedos que os miúdos têm hoje em dia, não ligando nenhuma à maior parte deles e, seis meses passados desde o nascimento do Francisco, os brinquedos do petiz resumem-se a uma bola de peluche que ele adora, a um livro composto por diferentes materiais que ele delira sempre que o vê, de um tapete ginásio onde ele se estica todo, roda e brinca e julgo que é só. Temos mais algumas coisas que foram herdadas do primo Tomás, mas ele nem quer saber (para já). Temos uns livros que comprei como forma de introduzir o espírito da leitura no nosso herdeiro e estamos arrumados.

 

Com o Natal a aproximar-se, voltei ao assunto das prendas e pedi, encarecidamente, que não me enchessem o miúdo de prendas. Ele é um bebé de seis meses e não precisa de 1500 brinquedos para ser um bebé feliz. Pedi para darem roupa, que é sempre preciso e ele está a crescer de dia para dia, ou dinheiro que seria colocado directamente na conta dele e que um dia servirá para ele fazer o que quiser (o que quiser ponto e vírgula … o que quiser, logo que seja previamente informado aos pais e logo se vê se será bem entregue o dinheiro ou não). Opções aceites no seio familiar e assim será o primeiro Natal do nosso pequenino.

 

Quanto ao papá e à mamã, irão oferecer ao seu menino um brinquedo didáctico e que estimule as capacidades que se pretende num bebé de poucos meses.

1 comentário

Comentar post